top of page
  • rodrigo2949

Precificação de honorários contábeis: Como fazer da forma correta?

Com tantas atividades envolvidas, a precificação de honorários contábeis não é uma tarefa fácil para os contadores e seus clientes…


Infelizmente, ou felizmente para alguns contadores, ainda não existe uma tabela fixa de valores a serem cobrados, ficando a cargo do mercado e concorrência moldar esse aspecto.


Para dar um norte a você, trouxemos aqui neste artigo como é possível estabelecer uma política de preços justa e competitiva que reflita o valor dos serviços prestados, ao mesmo tempo, em que garanta a sustentabilidade e o crescimento do seu negócio.


Você não vai querer perder esse conteúdo, não é mesmo? Então, acompanhe a leitura conosco!


Como os contadores cobram seus honorários?

Os contadores podem cobrar seus honorários de diversas maneiras, dependendo de uma série de variáveis.


Por exemplo, como o porte da empresa, o setor econômico, o faturamento, o número de funcionários, o volume de lançamentos ou documentos e o regime tributário.


Geralmente, não existe uma norma fixa estabelecida pelo Conselho Federal de Contabilidade no Brasil, deixando a definição de valores a cargo dos sindicatos de classe.


Contudo, essas tabelas não são amplamente utilizadas devido à grande diversidade e heterogeneidade do mercado.


Assim, os honorários podem ser calculados com base em horas trabalhadas, um valor fixo mensal, um preço percentual sobre o faturamento da empresa ou até mesmo um valor específico para cada serviço realizado.


Mas não se esqueça que o valor cobrado deve ser justo e adequado às demandas da empresa, considerando a qualidade e eficiência do serviço prestado, bem como os custos operacionais e a margem de lucro esperada pelo contador.


Para os contadores iniciantes, pode ser mais viável estabelecer um valor fixo para os serviços.


Por outro lado, profissionais mais experientes podem preferir calcular o valor com base nas horas trabalhadas ou em um percentual do faturamento.


Além disso, podem existir cobranças adicionais por serviços esporádicos ou mais complexos.


Qual a forma correta de precificar os serviços contábeis?

Como citamos anteriormente, para determinar o preço justo e adequado, é importante considerar uma série de fatores que influenciam diretamente no valor final dos serviços.


Mas de uma maneira geral, trouxemos aqui alguns passos básicos a levar em consideração:


Calcule o custo por hora

Primeiramente, calcule o custo por hora da equipe e do escritório, levando em conta todos os custos operacionais, como salários, encargos sociais, benefícios, despesas com treinamento e capacitação dos colaboradores.


Estime o tempo

Após determinar o custo por hora, é necessário estimar o tempo que será dedicado a cada serviço contábil.


Essa estimativa deve levar em consideração a complexidade do serviço, as exigências do cliente e as normas legais aplicáveis.


Defina sua margem de lucro

Além disso, é fundamental definir uma margem de lucro desejada!


Essa margem deve refletir o valor agregado pelo serviço, a expertise do contador e a competitividade do mercado.


A margem de lucro é então aplicada ao custo total para determinar o preço final do serviço contábil.


Segmente seus serviços

Diferentes serviços podem ter diferentes valores, dependendo da complexidade e do tempo necessário para sua execução.


Serviços mais complexos ou que requerem maior especialização podem ser precificados mais alto do que serviços mais simples ou rotineiros.


Avalie o mercado e a concorrência

Também é essencial avaliar o mercado e a concorrência, pois conhecer as políticas praticadas por outros escritórios de contabilidade ajudam a definir preços competitivos sem desvalorizar o serviço prestado.


Implemente uma política de reajuste de preços

Por fim, implemente uma política de reajuste de preços, que pode ser anual ou conforme a necessidade, para refletir as mudanças nos custos operacionais no geral.


Essa política ajuda a manter os preços atualizados e garante que o escritório não sofra prejuízos financeiros ao longo do tempo.


Exemplo de precificação de honorários contábeis

Para clarear as ideias, trouxemos dois exemplos de como você pode estruturar uma tabela de honorários contábeis em duas situações opostas.


Serviço Contábil Básico (mensal)

Em serviços básicos como o registro de despesas e receitas, conciliação bancária e emissão de relatórios contábeis básicos, é importante que o seu preço esteja de acordo com o mercado.


Então, por exemplo, um honorário de R$ 500,00 por mês para uma pequena empresa - Simples Nacional - pode ser algo viável para contadores iniciantes.


Auditoria Interna

Por outro lado, um serviço mais complexo como a auditoria interna, em que são exigidos a revisão dos processos contábeis, identificação de riscos e fraudes e recomendações para melhorias exige um profissional especializado e experiente.


Nesse caso, o valor é baseado no tempo e escopo do trabalho.


E aí, você gostou desse conteúdo e dessas dicas? Explore mais aqui no nosso blog!


Ah! Não deixe de explorar nossos recursos e descubra como a Conciliador Contábil pode revolucionar a maneira como você gerencia a contabilidade.

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page